rss
twitter
    Saiba o que estou fazendo, siga-me:)

Escravos sob uma República Democrática

O que eu vou dizer aqui pode parecer loucura, ou uma visão utópica.

Mas tenho percebido a mensagem contida nas leituras que tenho feito.

Só há uma maneira da gente por o dedo na cara do Estado e exigir que se faça, e se aplique, o que a grande maioria achar justo.

É ilusão de que iremos conseguir mudar alguma coisa através das urnas. Isso não existe. Numa República Democrática, existem basicamente duas classes de pessoas: os políticos e os eleitores.

O nosso conceito de liberdade é enviesado. Mesmo em um regime democrático, continuamos sendo escravos. E não são as empresas que nos escravizam. As empresas são tão vítimas como nós.



Púlpito ou Picadeiro?

Pra quem ainda não sabe, sou filho de pastor, nasci e me criei dentro da igreja... Em razão disso tive a oportunidade de conhecer várias pessoas, várias outras igrejas, congregações etc...

Ao longo da minha vida, pude observar que o púlpito, a igreja, locais de reverência e adoração, têm-se tornado verdadeiros picadeiros, onde o ministro de louvor, do evangelho, tem tomado posturaras comparáveis a dos profissionais de circo.

Em 1 Ts. 5:8 o Apóstolo Paulo diz: “Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação”. Ora, fazer uso do altar para fazer brincadeiras e piadinhas bobas, constrangendo as pessoas, não me parece ser uma couraça da fé, e muito menos do amor de Deus.

O lixo que vira luxo!

Eis uma boa aplicação para as garrafas pets descartadas diariamente. Só fico preocupado com uma coisa: e se incendiar?





Seco presta depoimento em Candelária

Terça-feira um 'filho ilustre' de Candelária, Rio Grande do Sul, esteve prestando depoimento sobre uma tentativa de explodir a cabeceira de uma ponte, em janeiro de 2004.

Houve um acúmulo de curiosos, expectadores, apoiadores e toda a sorte de pessoas que se possa imaginar para ver chegar ao Fórum o acusado de assalto a carros-fortes José Carlos dos Santos, vulgo Seco.
O sujeito prestou depoimento durante 2 minutos, negou que tenha participado do ocorrido em 2004. Durante o tempo em que esteve presente na cidade, para a audiência, alguém pendurou um cartaz numa loja em frente ao Fórum, que pedia liberdade ao sujeito.

O que o mundo come

Japão: Família Ukita, de Kodaira City
Gasto semanal em alimentos: 37.699 Yens ou US$ 317,25
Alimentos preferidos: sashimi, frutas, bolo, batatas fritas



Itália: Família Manzo, da Sicília
Gasto semanal em alimentos: 214,36 Euros ou US$ 260,11
Alimentos preferidos: peixe, macarrão, cachorro quente, peixes empanados congelados


Chade(África): Família Aboubakar de Breidjing Camp
Gasto semanal em alimentos: 685 Francos CFA ou US$ 1,23
Alimento preferido: sopa com carne fresca de cabra

Amor sem censura

O amor é flor que desabrocha
na mais dura rocha
do coração...

Não importa a cor e a beleza
nem mesmo a riqueza
ou a posição...

Ele nasce bonito e voa
e não desentoa
em sua canção...

Voa livre pelo ar
e cruza o mar
sem censura...